Archive for agosto 2016

Emergencia Hospitalar imagem

Você sabe como transformar o setor de Emergência do seu hospital para que ele seja mais eficiente e seguro?

Hospitais que possuem setores de emergência sempre se deparam com a seguinte situação: superlotação, tempos de espera intermináveis, equipe médica sobrecarregada e muita reclamação dos pacientes.

Como todos sabemos, esse tipo de demanda é totalmente imprevisível e por esse motivo é praticamente impossível se adequar corretamente.

Mas será que todas os setores de emergência devem ser assim?

Qual seria a fórmula mágica para garantir a rentabilidade dos hospitais e manter os pacientes satisfeitos?

A resposta está na eficiência do seu sistema de gestão.

Tudo começa no acolhimento, onde o paciente retira senha e são coletados os dados como tempo de permanência e locais por onde o paciente transitou.

Posteriormente a recepção faz as coletas dos dados do paciente e armazena essas informações no servidor que gera indicadores como períodos de pico de utilização dos serviços e o percentual de clientes atendidos.

Já na triagem, através do prontuário eletrônico, é criado um histórico seguro e rapidamente acessível com as informações do paciente e prioridades para os casos mais graves.

Começa então o atendimento, que aliado a um sistema de inteligência clínica, permite que as decisões médicas possam ser tomadas com maior clareza e evita a ocorrência de eventos adversos, como as interações medicamentosas.

Todos esses processos aliado a um sistema eficiente, gera dados importantes para as tomadas de decisões tanto administrativos como financeiras. Assim, ao viabilizar essa comparação entre os processos e entender como e quais são os serviços mais utilizados, você pode criar perfis epidemiológicos, identificar gargalos e monitorar a produtividade do seu setor de Emergências.

Read More
Custos Hospitalares sishosp

É possível reduzir os custos do meu hospital sem afetar a qualidade dos serviços prestados?

Todos nós gestores já estamos cansados de saber o quão fundamental é ter os processos administrativos da nossa instituição sob controle.

E nós também sabemos que esses processos além de complexos ainda dependem de inúmeros fatores. Em meio a tudo isso, é a boa gestão que determinará a performance da instituição de saúde, que, por sua vez, passa a ter mais credibilidade perante seus pacientes.

Para isso, é necessário garantir que os recursos financeiros sejam corretamente empregados, revendo e reajustando processos em busca de caminhos que tragam bons resultados e não prejudiquem a eficiência já conquistada.

Por isso, o SisHOSP preparou três dicas importantes que podem auxiliar você a reduzir os custos hospitalares sem afetar a qualidade dos serviços:

01 ) Evitar o desperdício através da geração de protocolos de orientação da conduta profissional, poupando o paciente do desgaste de se submeter a exames ou procedimentos desnecessários;

02) Definir padrões de processos administrativos para automatizar processos e evitar transtornos com as diversas fontes pagadores dos hospitais;

03) Reorganizar os processos para evitar o uso descontrolado de materiais ou o mau uso dos espaços hospitalares;

Um bom software de gestão com o módulo de custos integrado, como o SisHOSP Core, pode garantir ao gestor uma análise melhor da lucratividade dos atendimentos por especialidade, procedimentos e convênios e assim tomar decisões importantes de maneira rápida e segura.

Read More