Archive for outubro 2018

Combater Desperdício Hospitala

Você sabe como combater o desperdício dentro do seu hospital? O SisHOSP te ajuda!

Ao longo dos últimos anos, temos visto inúmeras mudanças dentro de hospitais e instituições de saúde. Seja por conta das fusões de grandes empresas, seja pela falência de outras ou até mesmo pelo aumento da concorrência, a grande preocupação ainda é fazer com que diminuam-se os custos e também os desperdícios nos hospitais.
Mas será que é possível eliminar por completo os desperdícios dentro de um hospital?
Uma das maiores fontes de desperdício para uma instituição de saúde, por incrível que pareça, não é de materiais, mas sim, de tempo. Isso mesmo, o desperdício de tempo é um fator importante a ser destacado. Mas não estamos falando para os colaboradores executarem seus trabalhos mais rapidamente, mas sim de forma mais eficiente. Por exemplo: se uma sala de espera fica muito distante do consultório, os pacientes irão perder muito tempo se deslocando ao longo de um dia, semana ou mês e isso representará um enorme desperdício de tempo onde o médico estará apenas aguardando.
A burocracia também é um dos grandes vilões dentro dos hospitais. A falta de documentos, registros e até mesmo assinaturas podem atrasar processos muito importantes para o dia-a-dia do hospital.
Por esse motivo, é de extrema importância que sua equipe esteja amparada por um software de gestão eficiente. Ele não só vai lhe auxiliar a evitar desperdícios de recursos, como também vai indicar gargalos importantes para melhorar a qualidade do atendimento da sua instituição.

Em quais processos o software de gestão auxilia no combate ao desperdício dentro dos hospitais?

Quando bem implementado, um software de gestão deve ser capaz de identificar problemas em todos os setores de um hospital, desde a recepção, passando por processos cirúrgicos e até mesmo no financeiro. Por isso, é fundamental que todos os colaboradores estejam diretamente envolvidos em cada função para fornecer o máximo de informações úteis para o sistema para que o gestor possa analisar e implementar as devidas melhorias.
A tecnologia, quando bem utilizada, trás inúmeros benefícios para a instituição. Ela pode resolver simples problemas como melhorar o fluxo de pacientes na recepção, pode fornecer um controle mais eficiente do estoque e muito mais.
Por isso, se você deseja combater o desperdício dentro da sua instituição, você precisa de um software de gestão eficiente.

Saiba Mais
Estoque Hospitalar sishosp

Estoque Hospitalar: 04 dicas importantes para você controlar adequadamente o estoque da sua instituição de saúde!

Realizar a gestão e controle de todos os produtos estocados em sua instituição hospitalar é um processo que deve ser feito de maneira profissional.
Quantas vezes a sua instituição se viu em apuros em virtude de uma má gestão do estoque? Seja pela falta ou pelo excesso, o controle do estoque hospitalar impacta diretamente no financeiro de uma instituição de saúde.

Por isso, separamos 04 dicas importantíssimas para você tornar o estoque hospitalar da sua instituição mais eficiente e lucrativo.

01) ENTENDA A SAZONALIDADE DE CADA PRODUTO: Nossa primeira dica é entender que os medicamentos podem sofrer alterações em seu consumo durante o ano. Os fatores climáticos são os principais indicadores do aumento ou diminuição do consumo de determinados medicamentos.

Por isso, atente-se ao histórico de compras do seu hospital para se preparar para essas alterações no consumo e não faltar medicamentos. Com o software do SisHOSP você tem total controle sobre todos os medicamentos e até mesmo materiais de limpeza.

Através do uso do código de barras do fabricante você pode ter o controle fracionado dos produtos, reposição automática, solicitação eletrônica, cálculo automático de estoque mínimo e máximo, sugestão de compras e controle de kits montados fisicamente.

02) ATENÇÃO NO ARMAZENAMENTO CORRETO DOS PRODUTOS: Por incrível que pareça, muitos hospitais e instituições de saúde são obrigados a jogar fora milhares de produtos por não armazenarem de maneira correta.

Manter a organização das prateleiras, regular a temperatura correta dos refrigeradores e principalmente priorizar os medicamentos com vencimento mais próximo para seu uso são fundamentais para que se diminua o índice de medicamentos desperdiçados, como falamos nesse post.

03) TENHA UM INVENTÁRIO SEMPRE ATUALIZADO: Não ter um inventário atualizado pode deixar seu hospital desabastecido e trazer sérios riscos ao seu balanço financeiro. Por isso, é fundamental que se crie uma rotina para gerenciar o estoque hospitalar da sua instituição priorizando os medicamentos com maior impacto econômico dentro do hospital.

Nosso software auxilia o usuário a inventariar os produtos mais caros, aqueles que têm mais movimento de saída e aqueles que estão com pouco movimento.

Dessa maneira a Instituição consegue gerenciar seus estoques despendendo menos tempo operacional.

04) TENHA UM SOFTWARE DE GESTÃO EFICIENTE: Sua instituição faz tudo direito mas o software de gestão não conversa com os outros programas?

Foi-se o tempo em que esse controle de estoque hospitalar era feito com papéis. Um bom sistema de gestão possibilita quantificar o consumo dos medicamentos por cada paciente, encontrar problemas ou possíveis extravios de produtos e principalmente determinar quais produtos estão próximos dos seus vencimentos.
Além de tudo isso ainda emite relatórios, faz análises e fornece os principais indicadores para que seu hospital esteja sempre um passo a frente.

Por isso, na hora de escolher o software ideal para gerenciar o seu estoque hospitalar, escolha o melhor, escolha SisHOSP.

Saiba Mais