Blog

Glosas causam medo nos gestores hospitalares

Porque as glosas causam tanto medo nos gestores hospitalares?

Glosa. Uma palavra tão pequena, mas que causa verdadeiros calafrios nos gestores hospitalares.

Sempre que falamos em glosas, logo criamos aquela cena em nossa mente de uma verdadeira guerra entre as operadoras e a rede credenciada.

Claro que essa situação é apenas hipotética, mas a grande verdade é que as glosas tiram o sono de qualquer gestor da saúde.

As glosas são um verdadeiro problema para ambos os lados. Isso porque ela prejudica o faturamento do hospital que necessita daquele valor depositado na data correta para cumprir com seus compromissos e também atrapalham as operadoras de saúde que tem que investir em recursos mais aprimorados para evitar fraudes enquanto poderiam investir em outros setores para ganharem mais eficiência.

 

Mas por quê as glosas ocorrem?

Em sua grande maioria, as glosas ocorrem porque as operadoras sofrem inúmeras tentativas de fraudes que causam prejuízos bilionários para essas empresas. Por isso, o processo de controle é muito rígido e qualquer erro no prontuário é sinônimo de glosa.

 

Como podemos reduzir o número de glosas?

 

A maioria das glosas administrativas e técnicas são causadas por falhas sistêmicas e de sincronismo entre as partes.

Diante desse cenário, um software de gestão eficaz ajuda o gestor e sua equipe a acompanhar melhor cada procedimento, automatizar as emissões de autorizações e assim evitar erros comuns na hora de preencher uma solicitação de procedimento.

Com o software também é possível evitar registros errados, medicamentos incorretos, quantidades equivocadas e até falta de assinatura e carimbos necessários para autorização do procedimento.

 

Glosas já correspondem a 4,19% da receita líquida dos Hospitais

Embora esse número pareça pequeno, as glosas tem crescido vertiginosamente no país.

Segundo dados da Associação Nacional de Hospitais Privados, as glosas já correspondem a 4,19% da receita líquida dos hospitais.

Conclusão

As glosas são um verdadeiro perigo para quem quer manter a saúde financeira do seu hospital ou clínica em dia.

Por isso, é de extrema importância tratar esse assunto com a devida atenção que ele requer.

Possuir um software de gestão eficiente por auxiliar sua equipe a reduzir os números de glosas e assim oferecer mais segurança às operadoras de saúde.

O bom relacionamento entre o sistema e as operadoras ajuda a aprovar as glosas em menor tempo e assim contribuir positivamente no faturamento da instituição.

Com o Sistema da SisHOSP você possui o módulo de Glosas que integra as informações de faturamento e financeiro, fornecendo de forma clara o que foi recebido, quando foi recebido e o que ainda falta receber.

Além disso, é possível controlar as glosas aceitas e as que serão reapresentadas.

 

Não deixe que as glosas atrapalhem o faturamento da sua instituição. Mude para SisHOSP.

 

 

 

Leia Mais
APP SisHOSP Prontuário à distância

SisHOSP lança APP Gratuito para auxiliar os médicos a acessarem o Prontuário Eletrônico à distância

A gente sabe que em momentos como esse, todos precisamos de ajuda.

Por isso, nós da SisHOSP desenvolvemos um APP Totalmente GRATUITO para que você, nosso cliente, possa acessar os prontuários dos seus pacientes à distância e diretamente do seu celular.

Com interface amigável e super intuitiva o APP funciona em todos os dispositivos e é super prático para o dia-a-dia do pessoal da saúde.

Ele ainda garante que você médico ou gestor não se exponha desnecessariamente para acessar o prontuário dos seus pacientes, bastando para isso um smartphone com acesso a internet

Entre em contato com nossa equipe de suporte e solicite agora mesmo a instalação.

Em tempos de pandemia ou em qualquer outra situação, Conte com a SisHOSP

Leia Mais
lições podemos tirar sobre a COVID-19

Que lições podemos tirar sobre a COVID-19 nas instituições de Saúde?

Nenhuma empresa se preparava para enfrentar uma pandemia. Todos nós sabemos que momentos como esses causam mudanças drásticas no mundo todo e não tem sido diferente aqui no Brasil.

A principal mudança que tem acontecido na Área da Saúde está voltada para a reorganização das instituições.

Isso porque a pandemia mudou drasticamente toda a rotina hospitalar e todo o medo gerado pela iminência do contágio fez com que diversos profissionais apresentassem um nível de stress maior que o usual causando assim uma reorganização da instituição.

Os hospitais são organizações extremamente complexas e por muitos anos foram geridas de maneira amadora e sem muitos recursos tecnológicos.

Hoje, gestores que têm suas instituições devidamente sistematizadas, tem maiores condições para prever e antecipar problemas e isso faz com que eles ofereçam condições físicas, materiais e humanas aos médicos e enfermeiros para que desenvolvam com eficiência suas funções.

Cada Instituição tem sua peculiaridade

Nós sabemos que cada instituição age de maneira diferente e que nem sempre o que funciona para um hospital vai servir perfeitamente para uma clínica. Mas nós podemos garantir que a instituição que tem informações a seu respeito tem maiores condições de enfrentar uma pandemia.

Empresas que já estão familiarizadas com softwares de gestão passam por esses momentos e saem deles com maior facilidade que outras.

Por isso, é imprescindível que nesse momento você tenha uma empresa que entenda suas particularidades e principalmente esteja ao seu lado nessa luta – que não é fácil.

Nós da SisHOSP estamos buscando diversas soluções para os nossos clientes e estamos lutando lado a lado para que sua empresa não tenha um impacto negativo com a COVID-19.

Sabemos que não é fácil e que tudo isso exige um empenho enorme de toda a equipe, mas temos a certeza que estamos no caminho certo.

Mesmo a distância nossa equipe se mantém firme e focada para oferecer sempre o melhor para você.

Conte com a gente!

Entre em contato com nossa equipe e conheça os benefícios

Leia Mais
Coronavírus

Mitos e Verdades Sobre o COVID-19

O Coronavírus ou COVID-19 tem realmente causado inúmeros danos ao redor do mundo.
Na era da informação rápida e do mundo globalizado, hoje em dia é muito fácil você receber inúmeras notícias e dicas mas que nem sempre são verdadeiras.

Para não cair nesse tipo de pegadinha, a SisHOSP preparou 10 mitos e verdades sobre o Covid-19. Confira:

10 Mitos e Verdade sobre o Covid-19:

1- O vírus é transmitido pelo ar?

Verdade. De acordo com a infectologista, o vírus pode propagar no ar por meio de gotículas de saliva. Para evitar o contágio, ela recomenda uma distância de 2 metros entre as pessoas. “Se a pessoa tossir, cuspir ou espirrar, as gotículas ficam suspensas no ar e levam o vírus. Por isso é recomendado o uso de máscaras e o isolamento social”.

2 – Vitamina C pode curar o coronavírus?

Mito. “Não existe nenhum estudo comprovatório de nenhuma vitamina ou remédio para curar o coronavírus”. É sempre muito importante ter um bom nível de vitamina C no sangue, mas não há eficácia comprovada nesse caso em específico.

3 – Jovens e crianças estão imunes à doença?

Mito. Segundo as últimas atualizações sobre a pandemia no mundo todo, ninguém está imune à doença. Apesar de muitas crianças (abaixo de 9 anos) não apresentarem os sintomas ou quando apresentam não terem um agravamento do caso, não significa que não foram infectadas.

4- O vírus pode não apresentar sintomas quando infectado

Verdade. No total, 80% das pessoas infectadas não vão apresentar sintomas ou vão sentir somente um desconforto leve, como um resfriado. O momento certo de procurar um hospital é quando os sintomas considerados mais graves, como febre e falta de ar, surgirem.

5 – Existe cura para a doença?

Mito. Não existe um procedimento específico para o coronavírus. Como toda doença viral, pode haver uma “cura espontânea” pelo ciclo do vírus, tal como a gripe ou resfriado. Mas isso não significa que tenha um tratamento “criterioso” para o caso. “A gente pode dizer que o indivíduo está recuperado quando desaparecem os sintomas, mas não tem nada que cure a doença ainda”.

6 – O coronavírus foi inventado em laboratório?

Mito. “Não há absolutamente nada que chegue perto dessa hipótese, nada científico”.

7 – A dengue é mais comum que o coronavírus?

Verdade. O número de casos de infectados por dengue no Brasil é maior em comparação ao coronavírus. Somente este ano, teve um aumento de 300% dos casos no Distrito Federal. Entre 29 de dezembro e 18 de janeiro, segundo dados do Ministério da Saúde, foram identificados mais de 30 mil casos de dengue no país.

8 – Metanol pode matar o vírus?

Mito. Não há um medicamento com eficácia comprovada, apesar de a cloroquina estar sendo testada. Porém, mesmo que o álcool curasse a doença, a ingestão não é recomendada.

9- O vírus não sobrevive a clima quente?

Mito. No início da pandemia, a hipótese era de que o vírus só sobrevivia a lugares frios. Porém, o fato da proliferação da doença no Brasil e em outros países de clima quente comprovou o oposto.

10 – O coronavírus pode ser transmitido por meio de objetos?

Verdade. De acordo com os infectologistas, a contaminação por superfície é a mais comum. Por isso, a importância de sempre higienizar as mãos e evitar tocar muitas superfícies e sempre higienizar muito bem as mãos.

 

Esperamos que essas informações ajudem você a esclarecer melhor suas dúvidas e que possamos passar por essa pandemia ainda mais fortes.

 

Conte conosco.

Equipe SisHOSP

Leia Mais
Covid-19 SUS

Informação Importante para todos que estão preocupados com o COVID-19

O Ministério da Saúde lança o app Coronavírus-SUS com o objetivo de conscientizar a população sobre o Corona Vírus COVID-19, para isso o aplicativo conta com as seguintes funcionalidades:

– Informativos de diversos tópicos como os sintomas, como se prevenir, o que fazer em caso de suspeita e infecção e etc;

– Mapa indicando unidades de saúde próximas;

– Em caso de suspeita de infecção, o cidadão pode conferir se os sintomas são compatíveis com o do Corona, e caso seja será instruído e encaminhado para a unidade de saúde básica mais próxima;

– Área de notícias oficial do Ministério da Saúde com foco no Corona Vírus.

Faça download nas plataformas de sua preferência:

iOS: https://apps.apple.com/br/app/coronav%C3%ADrus-sus/id1408008382

Android: https://play.google.com/store/apps/details?id=br.gov.datasus.guardioes

Leia Mais
dificuldade encontrar informações corretas software gestão hospitalardificuldade encontrar informações corretas software gestão hospitalar

Você tem dificuldades em encontrar as informações corretas no seu software de gestão hospitalar?

Só quem vive a rotina hospitalar sabe da necessidade de se ter informações precisas na hora e no momento certo. Qualquer equívoco pode ser fatal.

Por isso, muitos softwares de gestão têm inovado e apresentado soluções como Inteligência Artificial, Business Intelligence e tantos outros recursos para que as instituições sejam cada vez mais abastecidas de informações a fim de evitar erros.

Mas de nada adianta tantos recursos se sua equipe não utilizar o software de maneira adequada.

Dizemos isso pois muitos hospitais não conseguem fazer com que sua equipe médica e multidisciplinar utilizem o sistema de forma contínua e muitas informações se perdem no meio do caminho dificultando o trabalho do software.

Leia Mais
Implantação software gestão hospitalar

Quais são os principais erros na hora de implantar um software de gestão hospitalar?

Em um mercado cada vez mais competitivo, possuir um software de gestão é fundamental para tomar decisões mais assertivas, correto?

Você já deve estar cansado de saber que os softwares de gestão aumentam a produtividade dos seus colaboradores, reduzem custos, minimizam os erros drasticamente e melhoram o atendimento e a segurança dos pacientes, não é mesmo?

Então porque muitas empresas não mudam de software e continuam com os mesmos problemas de gestão?

A resposta para essa pergunta é simples: Mudar de software requer comprometimento de toda equipe.

Pode parecer simples, mas migrar de software é um processo extremamente trabalhoso e em alguns casos longo demais.

Pensando nisso, a SisHOSP preparou algumas dicas para que a nova implantação no seu hospital seja sinônimo de sucesso. Confira:

01) Acompanhamento Constante:

Essa nem deveria ser uma dica, mas sim um termo de responsabilidade. Acompanhar o processo de implantação e participar ativamente dele é fundamental para quem deseja ter um software eficiente de gestão.
Por isso, faça todos os testes diários, incentive seus colaboradores a participarem desse processo e principalmente: mensure os resultados.

A fase de implantação é fundamental para que todos tirem suas dúvidas e entendam suas responsabilidades dentro da instituição.

Acompanhar o processo também garante que o sistema será instalado em menor tempo e com mais eficácia.

 

02) Defina um cronograma de ações:

Definir um cronograma de ações é fundamental para que você perceba uma evolução na implantação do seu software.

Sem um cronograma bem definido, você não consegue mensurar se o projeto está em fase inicial ou final e isso acaba influenciado na sua percepção de andamento do projeto.

Por isso, planeje um bom cronograma com sua equipe e faça o acompanhamento de cada etapa com a empresa responsável.

Assim, o processo se torna mais dinâmico e menos cansativo.

 

03) Escolha os responsáveis por cada setor:

Como todo grande hospital, você precisa de gestores para cada área. Sendo assim, para implantar um sistema de gestão de sucesso você precisa definir as responsabilidades de cada um.

Ao definir os responsáveis, você consegue controlar melhor o processo e facilitar os ajustes do software para cada setor.

Essa escolha é fundamental também para que os processos sejam mais ágeis e a comunicação entre empresa e instituição mais assertiva.

 

Enfim, implantar um software de gestão é realmente trabalhoso e exige comprometimento de todos.

Em um mundo onde “time is Money”, seguir nossas dicas faz com que você minimize os conflitos e reduza o tempo de implantação.

 

Escolha um sistema que traga sucesso os melhores resultados para seu Hospital, escolha SisHOSP

Preencha o formulário abaixo e deixa que nossos especialistas entrem em contato com você

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Telefone (DDD+Telefone)

Qual desses assuntos melhor descreveria o objetivo do seu interesse?

Leia Mais
Entrevista SisHOSP GPACI

Como o Hospital GPACI conseguiu integrar todos os setores da sua instituição com o Software da SisHOSP.

O Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil – GPACI – é habilitado através do Ministério da Saúde, como UNACON Unidade de Alta Complexidade em Oncologia, especializado em pediatria, sendo referencia para 48 cidades e presta serviços médico-hospitalares a todas as crianças de 0 até 18 anos de idade.

Localizado em Sorocaba, interior de São Paulo, o GPACI nasceu com a finalidade de prestar serviços na especialidade de oncologia pediátrica, no entanto, com sua evolução estrutural, tecnológica e profissionais com muita experiência no cuidar de crianças e adolescentes foi ampliando sua oferta de serviços.

Um hospital com tantas referências precisa de um software prático e que integre todos os setores da instituição para poder prestar um serviço de excelência para todos os assistidos.

A SisHOSP entrevistou o Presidente do GPACI, o senhor Carlos Camargo Costa, para saber quais os benefícios reais que nosso software trouxe para o seu hospital, confira:

Leia Mais
SisHOSP Entrevista Clínica Nova Aliança

SisHOSP Entrevista: Clínica Nova Aliança – Espírito Santo.

Como o prontuário eletrônico vem ajudando a Clínica Nova Aliança a reduzir seus custos e dar mais agilidade nos atendimentos.

A Clínica Nova Aliança é uma exemplo prático de como o prontuário eletrônico é fundamental para auxiliar sua instituição a crescer.

Com 15 anos de atuação e experiência, a CNA reúne as melhores e mais avançadas técnicas da psiquiatria, psicologia e farmacologia, utilizadas por uma equipe multiprofissional e dedicada a buscar soluções para transtornos mentais e dependência química.

Leia Mais
Sistema de Gestão Hospitalar

Como um sistema de gestão hospitalar pode fazer sua instituição decolar em 2020

O ano já começou e se a sua ficha ainda não caiu já estamos em 2020.

Para quem no passado imaginava estarmos vivendo com carros voadores, teletransporte e robôs por todos os lados podemos dizer que pelo menos um desses ítens já está presente no nosso dia-a-dia.

A tecnologia avançou muito e nos últimos anos já podemos perceber uma significativa melhora em alguns processos e diagnósticos médicos. Muitos hospitais aderiram os softwares de gestão em sua rotina porém poucos conseguem extrair o que há de melhor neles.

Sistemas de Gestão Hospitalares podem facilitar o acesso a informações no atendimento do paciente, evitar desperdícios de recursos valiosos e principalmente o retrabalho.

Enquanto alguns softwares foram criados e desenvolvidos pensando em processos, SisHOSP Core foi pensado para que o gestor tenha sempre em mãos as informações mais importantes para a tomada de decisão.

Nosso software disponibiliza recursos e informações de maneira rápida e precisa integrando todos os setores da sua instituição e evitando que os recursos da sua instituição sejam utilizados de maneira irracional.

Por isso, se você desejar iniciar o ano sem ficar no vermelho é mais que necessário que seu sistema de gestão hospitalar seja eficiente.

Como SisHOSP Core pode auxiliar sua equipe?

Nosso software pode auxiliar sua equipe em alguns processos como:

1) Mais eficiência para acessar os dados / histórico do paciente;

Com os dados em mãos, fica mais fácil para toda a equipe na hora de solicitar exames, aplicar medicação e outros processos que envolvem toda uma equipe multidisciplinar.

2) Maior controle dos gastos do seu hospital;

Através de um rigoroso controle de gastos, o gestor consegue direcionar os recursos para o setor correto do hospital de modo que não faltem recursos em nenhuma ala.

3) Controle de Estoque mais rigoroso;

Com um sistema de gestão hospitalar integrado você e sua equipe não correm o risco de ficar sem um determinado medicamento ou insumo. Isso porque o software integrado avisa ao gestor ou o responsável pela compra quando o produto apresentar um estoque muito baixo ou quase mínimo.

4) Redução de erros humanos;

Outro problema que pode ser evitado e salvar muitos investimentos hospitalares é a redução de erros dentro das instituições. Segundo o Anuário da Segurança Assistencial Hospitalar no Brasil, realizado pelo IESS (Instituto de Estudos de Saúde Suplementar), estima-se que a cada 5 minutos são registradas 3 mortes em hospitais por falhas médicas.

5) Relatórios mais precisos e dados mais detalhados da instituição para tomada da decisão.

Administrar um hospital sem ter os dados corretos sempre a mão é como dirigir um carro esportivo em alta velocidade vendado. Por isso, ter os dados precisos na hora de tomar a decisão correta é fundamental para melhorar o balanço financeiro da sua instituição.

Atualmente, cerca de 40% das instituições de saúde do país não são informatizadas e os 60% restantes ainda não operam com 100% de eficácia em todos os setores.

Por isso, se você deseja mudar esses números a seu favor, entre em contato com o pessoal do SisHOSP e agende uma apresentação.

Mudar é difícil e exige esforço, mas podemos lhe garantir que com a nossa expertise de mais de 30 anos de mercado podemos deixar esse processo mais simples e prático, trazendo uma enorme mudança para sua instituição.

Se você ainda não criou coragem para transformar a informatização da sua instituição não perca mais tempo, entre em contato com o SisHOSP.

Faça sua instituição de saúde decolar em 2020, escolha SisHOSP!

Leia Mais
Iniciar Conversa
Precisa de ajuda?