Segurança de Dados Hospitais

Qual a importância da Segurança dos Dados na gestão do seu Hospital

O avanço da tecnologia tem trazido inúmeros benefícios para a área da saúde.

Sejam eles ligados a gestão, ou até mesmo a cura de doenças antes sem tratamento, os benefícios conquistados nos últimos anos transformaram a maneira como nós lidamos com a tecnologia em hospitais, clínicas, centros médicos ou qualquer outro estabelecimento de saúde.

Mas ao mesmo tempo que a tecnologia salva vidas, ela também permite que muitos aproveitadores utilizem-a em benefício próprio.

E porque é tão importante para os hospitais que a segurança dos dados dos pacientes seja preservada?

Bom, a resposta é bem simples: Porque são dados sigilosos e ninguém quer que essas informações vazem por aí.

Como os invasores podem lucrar com o vazamento dessas informações?

Pode até parecer impossível, mas as possibilidades de lucro ao qual os invasores têm acesso, são imensas:

  • Os dados bancários ou financeiros dos pacientes pode ser exposto;
  • Metodologias, técnicas, equipamentos podem ser vendidos para grandes corporações;
  • Relatórios financeiros, planejamento estratégico, informações sigilosas;
  • Dados pessoais dos pacientes cadastrados podem ser vendidos no mercado negro.

Mas qual deve ser a política de Segurança de Dados do meu Hospital?

Políticas de segurança antes de tudo exigem participação e policiamento de todos os colaboradores.

De nada adianta você implantar um eficiente sistema de gestão para a segurança dos dados do seu hospital e encontrar dispositivos não registrados ou de uso pessoal conectados à sua rede.

Também não é recomendado o compartilhamento de redes de wi-fi sem a devida criptografia e muito menos a ausência de módulos de backup e sistemas sem recurso de proteção extra ao servidor.

Como os hospitais devem se proteger?

Proteger-se desse tipo de invasão não é tarefa fácil visto que os aproveitadores utilizam cada vez mais tecnologia avançada.

Porém, é possível adotar algumas boas práticas para melhorar a proteção dos dados do seu sistema e reduzir os riscos de uma invasão, vamos a elas:

1) Utilizar criptografia de dados:

Trata-se de uma técnica com a qual as informações são codificadas e traduzidas apenas ao destinatário, reduzindo o efeito de eventuais interceptações.

2) Limitar o acesso ao banco de dados:

Restringir o acesso ao banco de dados por meio de um firewall pode ajudar você a ter maior controle sobre as portas de acesso do seu servidor.

3) Backups automáticos:

Os backups evitam a perda de dados ou a recuperação dos mesmos em caso de invasão ou qualquer alteração indevida.

Um bom Sistema de Gestão é capaz de fornecer a segurança necessária e impedir o vazamento de dados sobre sua instituição. Nosso software possui todos os requisitos necessários pela SBIS (Sociedade Brasileira de Informática na Saúde) para garantir a segurança dos dados do seu hospital e seus usuários.

Entre em contato com nossa equipe e encontre a solução ideal para sua instituição!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *